FRASES DO DIA

quarta-feira, 2 de novembro de 2016

POLÍTICA X PRODUTIVIDADE, ENTENDA ESSA RELAÇÃO




Como anda sua produtividade? O que te impede de cumprir suas tarefas diárias? Você se sente cansado e sem ânimo para realizar suas atividades? Está sempre com trabalho atrasado? Tem dificuldades em produzir com qualidade? Você acha que passa mais horas no trabalho do que deveria?

Os profissionais brasileiros possuem produtividade baixa, segundo dados da Organização Internacional do Trabalho (OIT). Enquanto um americano realiza uma atividade em um dia, no Brasil, levam-se seis. Outro ponto interessante da pesquisa é que enquanto o brasileiro passa 2.023 horas por ano no trabalho, nos Estados Unidos esse número é 1.790 h/a. Conclui-se que o americano produz muito mais em menos tempo, ou seja, são mais produtivos. 

Mas afinal o que a produtividade tem a ver com política?

Ainda segundo a OIT, a baixa produtividade do brasileiro está ligada a questões como transporte, educação, burocracias e falta de infraestrutura. Fatores esses que dependem muito de políticas públicas eficientes, para que atendam a população de maneira correta. Veja alguns exemplos:
Transporte

O brasileiro passa muitas horas se deslocando para o trabalho, além disso, a falta de qualidade no transporte público dificulta ainda mais esse deslocamento, gerando estresse físico e mental. O profissional já chega a seu posto de trabalho cansado e sem ânimo para realizar suas atividades, o que impacta diretamente 
em sua produtividade diária;

Educação

Ao ser contratado por uma empresa o brasileiro precisa passar por horas de treinamento e qualificação, o que não acontece nos países com alta produtividade, pois os cursos de graduação já preparam o profissional para atuar no mercado;

Burocracias

Para pedir licenças junto ao governo, o brasileiro tem a barreira da burocracia, onde passa dias, às vezes meses aguardando a liberação, o que adia projetos e negócios;

Infraestrutura

Energia, telefonia e internet de má qualidade atrapalham a produtividade. No Brasil ainda há muita interrupção desses serviços, interferindo diretamente no potencial produtivo do trabalhador.

Por isso, ao escolher o seu candidato, veja quais as propostas acerca desses aspectos, e tantos outros como a saúde, por exemplo, que podem comprometer seu desempenho e sua produtividade.