FRASES DO DIA

quarta-feira, 10 de junho de 2015

MARKETING PESSOAL - COMO CAUSAR NOVAS PRIMEIRAS IMPRESSÕES





O Marketing Pessoal é um conjunto de “ferramentas” que usamos para nos destacar no âmbito pessoal e principalmente no profissional. São técnicas e estratégias desenvolvidas e adotadas para que as pessoas observem você com um olhar diferente (mais positivo), sem que seja forçada a barra, ou seja, é um destaque de sua pessoa em meio às demais.

Mas como acontece esse tipo de destaque? O destaque do Marketing Pessoal é formado por você e notado pelos demais, por um conjunto de atitudes ligadas a qualidades que você pratica no dia a dia, seja se falando do seu pessoal ou do profissional. É como se fôssemos um produto, e que esse “produto” deva ter uma embalagem que o venda às outras pessoas. Essa embalagem nós podemos escolher, a todo o momento, como ela vai ser exposta para nossos “consumidores”, e ela é exposta sim, independentemente de nossas escolhas. Já que vai ser exposta, por que não expor nossas qualidades?

Tudo isso é como um rótulo de um produto, onde os fabricantes escrevem os ingredientes usados, sua quantidade e seu sabor. Por exemplo, em nossa vida não é diferente, somos produtos em que, na primeira impressão, as pessoas colocam rótulos, sejam elas amigos, recém-conhecidos (principalmente) e, até mesmo, nossos superiores. Estas pessoas terão um tipo de opinião formada sobre nós até que mostremos o contrário. Esse “contrário” a que me refiro é você saber que perante a sociedade você é rotulado sim e que suas ações são notadas pelas pessoas e formam a sua imagem para elas, que às vezes é boa e às vezes é ruim. Até que provemos o contrário essa é a imagem que as pessoas vão ter de nós. É como diz aquele ditado: “A primeira impressão é a que fica”. Podemos até dizer que, no que tange ao Marketing Pessoal, essa frase não se encaixa 100%, pois podemos mostrar quem realmente somos na próxima vez. Mas a questão é a seguinte: às vezes uma má primeira impressão não nos leva a uma segunda chance. 
            
Portanto, é aquela velha frase que com certeza um dia você já ouviu por aí: “você deve saber vender o seu ‘peixe’.”

Vou relacionar abaixo algumas das qualidades que podem mudar nossos rótulos e causar novas primeiras impressões. Acredite isso funciona mesmo!


Confiança: você deve mostrar que é confiante e deve mostrar às pessoas que elas devem confiar em você. Mas você sabe que para isso acontecer, primeiro você deve confiar em si mesmo. Então permita isso!

Maturidade: você deve se mostrar uma pessoa com capacidade de saber compreender as coisas, ser maduro ao ponto de resolver problemas sem gerar mais problemas. Saber a hora de brincar e a hora de levar as coisas a sério.

Liderança: as pessoas precisam de líderes, literalmente líderes, ou seja, pessoas com capacidade de influenciar as demais a ir a algum lugar. Líderes são pessoas que sabem fazer com que as demais entendam por que estão, onde estão e para onde devem ir, a ponto de levar toda uma equipe a alcançar um ou mais de resultados juntos. A liderança transpira confiança.

Empatia: colocar-se no lugar do outro, saber a hora de elogiar e a hora de ajudar. Existem pessoas com um grande potencial que só necessitam de um “polimento” para se sentirem bem em relação a uma equipe, empresa e/ou até mesmo à própria sociedade.

Visão: você precisa saber onde está, por que está e para onde quer ir. Suas escolhas e ações devem ser de acordo com o seu “estar, saber e ir”, pois é tudo uma questão de visão do amanhã. Coisas novas devem ser realizadas, se for necessário.

Otimismo: o otimismo passa confiança às pessoas ao seu redor. Você deve ser otimista ao ponto de acreditar até a última tentativa. Claro, todo otimismo deve ser realista. Você já ouviu alguém dizer que gosta de uma pessoa pessimista, que nunca acredita principalmente em si mesma? Acredito que não! Portanto, não seja para o outro o que não quer para você.

Responsabilidade: responsabilidade é uma qualidade que quando não existe dá um rótulo nada bom a você. Ser responsável é você saber que uma pessoa conta com você de alguma forma, e que você, no mínimo, deve cumprir com o combinado. Responsabilidade, se falando de Marketing Pessoal, é muito importante. Não há confiança em pessoas irresponsáveis.

Integridade: deixei esta qualidade por último, pois sem esta nem uma das outras acima adiantam. Ser íntegro é você ser verdadeiro, ter suas ambições e respeitar as qualidades e méritos dos outros. Não há integridade no colega que faz o possível para “roubar” o lugar do outro de forma injusta. Devemos compreender que tudo na vida, seja ela pessoal ou profissional, deve ser adquirido de forma justa e através de um merecimento, caso contrário é falta de integridade com alguém ou até com você mesmo.

Encerro este texto deixando claro que existem inúmeras qualidades que não escrevi aqui e que também nos “levam” a uma boa exposição, se falando em Marketing Pessoal. O segredo do Marketing Pessoal é apenas um: você trabalhar de forma correta para alcançar seus objetivos na vida. Todas as qualidades citadas acima são apenas para ajudar você a ter um norte e saber por onde começar. Na verdade todas as qualidades citadas são, em meu ponto de vista, necessárias para um ótimo relacionamento interpessoal. Tudo isso faz a diferença na vida do ser humano e não apenas muda seu “rótulo” perante a uma empresa e/ou ao um grupo de pessoas. O vender-se não é para impactar ninguém e você deixar de ser você mesmo, é você trabalhar para que o outro veja as suas qualidades. No mais, tudo de bom vai “atrás” de você.
Grande abraço e muito sucesso!