FRASES DO DIA

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA



Sou funcionário público municipal há 9 anos, no decorrer desse tempo pude acompanhar a falta de capacidade técnica que vários setores possuem, o maior déficit esta na mão de obra especializada. Tudo começa assim que o novo prefeito assume, pois juntamente com o mandato, o eleito estrutura sua equipe de trabalho, e essa equipe deve ser eficaz e eficiente. Sem os profissionais especializados, essa estruturação se torna quase impossível. Somente um especialista pode entender e tornar operacional o arranjo de leis, trâmites, posturas e outros itens, necessários para que os setores públicos e privados entrem em sintonia e possam, não apenas sobreviver, como também progredir em parceria, gerando sinergia suficiente para o alcance dos objetivos de prestar um bom serviço ao destinatário de nossos esforços, a população em geral.

É preciso haver uma mobilização dos agentes públicos e suas corporações, sociedade, comunidade acadêmica e atores políticos para a problemática das atuais dificuldades e possibilidades de atuação do Município. É muito importante focalizar com clareza o cerne da questão, capacitação do funcionário público e a definição das responsabilidades do Município e das formas de atuação da burocracia, formulação, implementação, avaliação e controle das políticas públicas, visando a construção em processo dinâmico, de um modelo de governança democrática aberto à participação dos atores sociais no processo decisório. Ou seja, aproximar comunidades epistêmicas e grupos de interesse com vistas ao estabelecimento de referenciais comuns que possam contribuir para uma agenda de reforma e aperfeiçoamento da administração pública.

A valorização do capital intelectual é uma oportunidade que o governo deveria conceder aos agentes públicos, com o propósito de reunir experiências, habilidades, promover discussão que visa melhorar o sistema público de gestão,debatendo novas idéias e o incentivo acadêmico na própria administração pública. Porém, para que isso ocorra com resultados concretos, a cúpula administrativa pública necessita de profissionais especializados, profissionais que além de desempenharem suas funções, também se preocupam em tornar possível uma administração mais clara e absoluta. O que vimos são médicos, engenheiros, dentistas, advogados, ou seja, cada especialista em sua função, e com necessidade de ser amparados por especialistas em administração.

Hoje entre 4 e 4 anos, sempre um novo político é eleito, ele leva sobre si a vontade do povo. Porém, as credenciais que levam os candidatos ao cargo público não estão relacionados com sua especialização para administração pública, muitos não possuem experiência na nova atuação, mas sim com sua identificação com o povo que o elegeu. Sem especialistas em gestão, esse mesmo político que foi exaltado por seus eleitores, correrá o risco de ser lembrado como voto errado, sendo um mau administrador ou desconhecedor dos critérios da administração pública e não terá chances em eleições futuras.

Uma pessoa bem intencionada apenas não fará a diferença, principalmente no setor público, mas, com a boa montagem de uma equipe de trabalho especializada, com profissionais capacitados, as chances de se atender as carências da população são maiores.


Por: RENATO LEONARDO FERREIRA RABELLO