FRASES DO DIA

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

OS QUATRO PILARES DO CRESCIMENTO PROFISSIONAL


  


Vi muitas vezes profissionais de diferentes empresas e das mais diversas áreas, se lastimando por estarem estagnados profissionalmente e verem seus colegas se desenvolvendo. Seu principal questionamento é: O que ele (ou ela) tem de melhor do que eu? Inclusive, alguns fazem inferências maldosas em relação a seus colegas.

Realmente é difícil entender e se não soubermos administrar esta situação corremos o risco de nos desmotivar, ou prior, podemos acabar fazendo o papel do vilão e prejudicar o desenvolvimento dos outros, o que também, por conseqüência cria prejuízos à organização que representamos. Devemos ao invés disso, aprender com a mestra chamada Experiência. 

Você pode não seguir estes conselhos se quiser, mas se resolver seguir não vai ter nada a perder, pelo contrário tanto você quanto a organização que representa só terão a ganhar.

Grandes carreiristas apresentam entre si características comuns às quais se encaixam nos quatro pilares que aqui apresento, o ideal seria dar exemplos de cada um deles, mas vou me conter em explicá-los e deixar o leitor á observar em seu dia a dia:

O primeiro é a formação. É preciso que aquele que busca crescimento procure incessantemente formação e não estou falando somente de graduação, é preciso especializações, MBA, Mestrado Profissional e se possível Doutorado, além de constantes cursos de atualização e aperfeiçoamento. Isso tudo por duas razões: Uma delas é a constante oxigenação do cérebro, ou seja, quanto mais se ouve e se fala sobre nossa área e a respeito dos mais diversos assuntos, mais eles passam a fazer parte do nosso ethos e com isso integram nossa vida pessoal e profissional. A segunda razão é menos nobre e mais funcional. Quando estamos bem servidos de diplomas e certificados, impedimos outras pessoas de boicotar nosso crescimento com o argumento de que não temos formação, e facilitamos a abertura de portas. Nossos títulos e diplomas são como ferramentas que nos ajudarão a construir nosso crescimento.

Mas o segundo pilar é tão importante quanto o primeiro, é o do conhecimento prático. Não basta saber tudo na teoria, é preciso saber aplicar os conhecimentos na prática com eficiência, isto inclui também não ter preguiça de pesquisar ou vergonha de perguntar. As empresas não esperam que seus colaboradores saibam absolutamente tudo sobre o que devem fazer, mas precisam ter a certeza de que quando não soubermos o que fazer saberemos onde encontrar a informação, não importa se vai ser na literatura relacionada, na web ou com outras pessoas. Não é feio não saber, feio é fazer errado por não saber.

O terceiro pilar é o do relacionamento. É preciso saber relacionar-se bem com seus pares, com seus superiores, com aqueles que estão sob sua subordinação e principalmente com os que são de fora, sejam clientes, fornecedores, pessoas de outros setores da organização, etc. Relacionar-se bem, dá boa imagem a você e a empresa, isso faz toda a diferença porque todos preferem trabalhar com pessoas boas, honestas e integras que tendem muito mais a ajudar do que a prejudicar. Evidentemente, é muito mais prazeroso e seguro trabalhar com pessoas assim do que trabalhar com aqueles a quem não se pode confiar ou que estão de mau humor o tempo todo. Ter muitos amigos pode te ajudar em alguma coisa um dia, ter um só inimigo vai te dar grandes dores de cabeça.

O quarto é o Pilar eu chamo de vestir a camisa da empresa. É como trabalhar em uma empresa na qual você se sente dono, e por decorrência diretamente responsável por seu crescimento e desenvolvimento. É colocar o coração no seu trabalho pelo desejo de vê-lo bem feito e com bons resultados. Lembremo-nos aqui também que isso significa sentir-se responsável inclusive pelo crescimento do faturamento e redução de custos e perdas da empresa. Existe um clichê que diz: “A relação patrão e empregado é como um casamento!”, uma frase só se torna clichê a partir do momento em que muitas pessoas concordam com sua coerência e passam a repeti-la. Vejamos um exemplo dessa comparação: Se você chegar para sua esposa e disser que a ama que vive feliz com ela há anos, mas que sai todo mês com a vizinha porque acha ela mais bonita seu casamento acaba na hora. Ela não vai nem querer constatar se o que você disse é verdade. E se resolver constatar as conseqüências serão ainda piores. O mesmo pode acontecer na empresa onde você trabalha se seu diretor descobrir que você consome produtos do concorrente, ele se sentirá traído assim como se sentiria sua esposa no exemplo dado. Sei que isso parece básico e que talvez não precisa-se ser dito, mas é incrível ver o quanto as pessoas erram nessa questão. Vestir a camisa da empresa é fundamental.

Por fim, fica claro que os quatro pilares aqui mencionados são decisivos no seu crescimento, é certo que em cada empresa há outros valores a serem observados que lhe são peculiares, mas estes quatro servem para todas, se você decidir segui-los só não crescerá se não houver mais espaço para crescer na empresa onde trabalha.



Algumas referências:

• BOWER, Joseph L. - ONDE NASCEM OS CEOs: Os líderes internos são a chave de uma sucessão. São Paulo: Editora Gente, 2009;

• POULTER, Stephan B. - O FATOR PAI: Como o legado paterno afeta sua vida profissional. São Paulo: Editora Academia de Inteligência, 2008;

• CARNEGIE, Dale. - COMO DESFRUTAR SUA VIDA E SEU TRABALHO: Trechos de: Como fazer amigos e influenciar pessoas e Como evitar preocupações e começa a viver. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 2002;

• ASHER, Donald. – QUEM É PROMOVIDO QUEM NÃO É E POR QUÊ: Gestão estratégica de carreira. São Paulo: Editora Gente, 2008;

• USEEM, Michael. – LIDERANDO PARA O ALTO: Como conduzir seu chefe em benefício de todos. São Paulo: Negócio Editora, 2002;

• BIECH, Eliane. – MANUAL DE LIDERANÇA DA ASTD: A melhor fonte de informação sobre a arte de liderar. Rio de Janeiro: Elsevier, 2011.


Apresentação do Autor.
Cleber Denis Nunes
Formação em Gestão de Pessoas, Mais de doze anos de experiência em RH, Publicações e apresentações em seminários e semanas de iniciação científica nas Faculdades Guarapuava

http://www.rhportal.com.br/artigos/rh.php?rh=Os-Quatro-Pilares-Do-Crescimento-Profissional&idc_cad=birmdbsfu