FRASES DO DIA

sábado, 13 de dezembro de 2014

VEJA 10 CUIDADOS AO POSTAR FOTOS DA 'FESTA DA FIRMA' NAS REDES SOCIAIS




As festas de fim de ano da empresa são o momento em que todos os colaboradores se juntam para comemorar os resultados obtidos durante o ano que está terminando. Mas, com o uso cada vez maior das redes sociais, os profissionais precisam ficar atentos para não cometer gafes ou comprometer sua imagem, dos colegas e da empresa ao postar fotos e comentários na internet.

Especialistas ouvidos pelo G1 ressaltam que a celebração até pode ser registrada no Facebook, Twitter ou Instagram, mas é preciso ter cuidado para não mostrar demais e registrar mais detalhes do que o necessário. A web está cheia de comentários sobre a "festa da firma", como mostra a compilação acima de posts no Twitter, mas mensagens como "vou beber todas" ou fotos indiscretas devem ser evitadas.

1 – Gosto de registrar todos os acontecimentos nas redes sociais. Também posso fazer isso com a festa de confraternização da empresa?

Para os especialistas, os profissionais devem evitar registrar a festa de fim de ano da empresa nas redes sociais para reduzir o risco de cometer gafes ou de disponibilizar informações sigilosas da companhia.


“Há concorrentes no mercado sedentos por informações da empresa, por isso é importante ter muito cuidado com as publicações. Nessas festas é comum comunicarem resultados ou lançamentos para o próximo ano. São informações confidenciais divulgadas em uma reunião da empresa e que não devem ser publicadas nas redes sociais”, afirma Motta.

Licia também acredita que os acontecimentos devem permanecer dentro do ambiente corporativo. “As pessoas precisam entender que todas as vezes que elas se expõem demais acabam demonstrando certo nível de desequilíbrio e até um narcisismo, que não é necessariamente bem visto.”

2 – Comentários sobre minha expectativa para a comemoração podem ser postados?

Os profissionais podem fazer comentários sobre a festa de fim de ano nas redes sociais, desde que sejam positivos. “Tudo o que for positivo, e não for em excesso, pode ser interessante. Mas não é preciso dar grandes detalhes”, ressalta Lícia.


De acordo com Romaly, comentários positivos como a expectativa para a festa ou sobre os preparativos podem ser divulgados. “Isso inclusive promove a empresa”, completa.

3 – Posso divulgar o local da festa e quais serão as atrações?

Segundo Motta, grande parte das organizações já possui uma política interna sobre publicação e divulgação de informações internas. “A festa de final de ano é um evento interno onde as políticas e regras continuam válidas”, afirma.


“É preciso ter moderação sempre e ter em mente que aquilo é um trabalho, apesar de ser uma festa de confraternização”, diz Romaly.

4 – Quero publicar as fotos em tempo real, preciso pedir autorização para quem está na imagem e para a empresa?

Segundo Lícia, a exposição de fotos com colegas de trabalho devem ser combinada, já que quem aparece na imagem pode se sentir incomodado com a postagem. “Quem quiser compartilhar precisa perguntar se a pessoa que está na foto concorda. É um respeito e um cuidado que todos devem começar a tomar.”


“As organizações possuem perfis distintos, mas, de modo geral, elas gostam de se preservar”, afirma Motta. Ele também concorda que as pessoas estão nas imagens devem estar cientes que o material será postado.

5 – Posso tirar fotos com chefes e diretores da empresa?

Romaly lembra que alguns colaboradores aproveitam a festa para tirar foto com o chefe ou diretor da empresa para depois exibir a imagem para todos. “É importante ficar atento para manter uma boa imagem profissional. Uma foto básica do grupo ou de cumprimentos é o suficiente.”


Para Motta, não existe problema em tirar fotos com gestores se a conduta e a publicação forem autorizadas. Já para comentários, o especialista não indica essa prática. “Frases positivas e elogios costumam ser bem aceitos, mas ninguém sentirá falta se não houver comentário.”

6 – As fotos no estilo ‘selfie’, com os amigos da empresa, são permitidas?

Para Lícia, a melhor opção é tirar uma foto com todos da companhia ou da equipe junta. Mesmo para quem tem amigos mais próximos na empresa, a dica da consultora é tentar englobar todos.

“Esse não é a melhor ocasião para esse tipo de foto. Festa de trabalho é trabalho e o profissional precisa mostrar uma postura adequada”, afirma Romaly.

7 – Quero mostrar a animação de todos durante a festa, existe algum problema em postar fotos das pessoas dançando?

“Por precaução evite filmar o ‘pé de valsa’ da empresa”, diz Motta. Segundo ele, o vídeo pode ser acessado mesmo que a pessoa que filmou não queria compartilhar o material. Fotos de pessoas em atitudes comprometedoras ou desprevenidas também devem ser evitadas.


Lícia alerta que as pessoas devem lembrar que as fotos vão ficar disponíveis na internet. “Na próxima seleção de emprego, o profissional corre o risco de vir à tona uma imagem dele ‘esbanjando saúde’ na festa da empresa e isso pode ser mal interpretado”.

8 – Pega mal tirar foto das pessoas com copo na mão ou com bebidas alcoólicas?

A maioria dos colaboradores bebe durante a festa de fim de ano da empresa e aproveita o momento para confraternizar com os outros colegas, mas fotos com bebidas alcoólicas ou cigarro devem ser sempre evitadas.


“Evite até mesmo tirar foto ou filmar. O profissional pode não ter a intenção de publicar a imagem mas, em tempos tecnológicos, também não é possível garantir quem terá acesso ao conteúdo de celular”, alerta Motta.

9 – Posso mostrar todos os detalhes da festa, como uma narrativa do que está acontecendo?

Para Romaly, os profissionais não precisam registrar tudo. “Não precisa mostrar o detalhe do detalhe. Se a pessoa achar bonito e quiser tirar foto, pode tirar, mas não precisa compartilhar com os amigos.”


Lícia ressalta que o colaborador deve aproveitar a festa e o momento de confraternização com os colegas, sem se preocupar com o que os outros vão ver em suas redes sociais.

10 – Após a festa, posso comentar tudo o que aconteceu?

Para os especialistas, os profissionais podem falar o que acharam da festa e se todos se divertiram. Mas, detalhes sobre quem bebeu muito, quem paquerou quem ou quem cometeu gafes não devem ser mencionados nas redes sociais.


“O fato é que a internet eterniza momentos, mas não mantém o contexto, a mentalidade e as relações pessoais de quando as fotos foram tiradas ou as frases foram ditas”, diz Motta.