FRASES DO DIA

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

ASSESSORIA EXECUTIVA





          O papel principal da assessoria é assegurar o dinamismo e a eficiência nas empresas. E exatamente pelo fato de o executivo posicionar-se no topo de um sistema hierárquico, ele se torna o centro de decisões e é, portanto, de suma importância que este chefe tenha um coadjutor para o qual delegar tarefas.

          A busca pela excelência está presente em todas as profissão, e o executivo tende a ser mais pressionado pela vulnerabilidade às variações do mercado mundial e, portanto, as decisões devem ser tomadas com extrema cautela.

          Da mesma forma, um bom assessor executivo necessita um grau de conhecimento de mundo e do universo da empresa na qual se trabalha, tanto quanto seu chefe – o executivo. O trabalho dos executivos mescla-se ao dos assessores, ambos executam atividades em resposta às demandas cotidianas, realizam planejamentos que exigem análise, organizam métodos específicos e apresentam habilidades gerenciais (que envolvem o controle das ações próprias e as do dirigente), e domínio de informática.

          Caso isso não aconteça, o processo comunicativo entre assessor e executivo não se dará de forma satisfatória e o fluxo de mensagens e análise dos resultados obtidos será negativa em relação aos planos iniciais.

          Um secretário executivo, atuando como assessor, tem como funções básicas, o planejamento estratégico, a fim de estabelecer metas e um cronograma adequado, recepcionar a alta administração, organizar e controlar a agenda, além de redigir textos empresariais em sua língua de origem e em língua estrangeira, organizar arquivos, dentre outras funções mais, que permitem ao assessor operar a logística organizacional.



Iris Mary Alves Macedo